domingo, 28 de junho de 2015

sábado, 11 de junho de 2011

Ana Hormigo conquista primeiro lugar na Taça do Mundo


A judoca portuguesa Ana Hormigo ficou este sábado no primeiro lugar na sua categoria na Taça do Mundo de judo que decorre em Odivelas.

Hormigo venceu na categoria de -48 kg, batendo a italiana Valentina Moscatt por ippon, a 1.20m do final do tempo.

Esta é segunda vitória da temporada para a atleta portuguesa na Taça do Mundo, depois do triunfo em Praga, em Fevereiro, e a judoca fez a festa com o pequeno filho, Martim.

Por Elsa Bicho, Jornal a Bola

Telma Monteiro em terceiro na Taça do Mundo


A judoca Telma Monteiro remediou a manhã de menos sucesso na Taça do Mundo que decorre em Odivelas e, depois de ter sido repescada após ter perdido o segundo combate, ficou esta tarde na terceira posição na sua categoria, -57 kg.

Telma bateu na final a atleta da Mongólia Tumen Od Battugs.

«O objectivo era o pódio, ganhar era o ideal, mas dado que não estava no meu pico de forma fiz uma boa competição, apanhei adbversárias difíceis. É preciso ter cabeça fria e continuar sempre a acreditar numa medalha», comentou à RTP depois de ter vencido o sem combate,

Por Elsa Bicho, Jornal a Bola

Ana Hormigo e Tela Monteiro deram hoje a Portugal uma medalha de ouro e outra de bronze na Taça do Mundo de Lisboa em judo

Ana Hormigo e Tela Monteiro deram hoje a Portugal uma medalha de ouro e outra de bronze na Taça do Mundo de Lisboa em judo, que decorre até domingo no Pavilhão Multiusos de Odivelas.

Odivelas, 11 jun (Lusa) -- Ana Hormigo e Tela Monteiro deram hoje a Portugal uma medalha de ouro e outra de bronze na Taça do Mundo de Lisboa em judo, que decorre até domingo no Pavilhão Multiusos de Odivelas.

Ana Hormigo venceu na categoria de -48 kg e Telma Monteiro subiu ao lugar mais baixo do pódio em - 57 kg, no dia em que Joana Ramos foi o destaque do dia pela negativa.

Ana Hormigo (Associação de Judo Clube União Albicastrense), de 30 anos, derrotou na final a italiana Valentina Moscatt, por ippon, após 3.40 minutos de combate, somando a segunda vitória em taças do mundo, depois de Praga, em fevereiro último.

Até chegar à final a judoca de Castelo Branco começou por eliminar Sabrina Saidi, da Argélia, por ippon. Nos quartos de final a portuguesa foi mais forte do que a brasileira Taciana Lima e nas meias-finais bateu Oiana Blanco, de Espanha, por decisão.

Ana Hormigo interrompeu a carreira em 2009 para ser mãe e só regressou à competição no último trimestre de 2010, depois de ter sido a portuguesa mais bem classificada nos Jogos Olímpicos Pequim2008, com um sétimo lugar. A medalha de bronze nos Europeus de Lisboa em 2008 é o seu melhor resultado.

Telma Monteiro, a grande esperança da comitiva portuguesa, conquistou a medalha de bronze na categoria de -57 kg. A atleta do Benfica perdeu, por ippon, nos quartos de final com a brasileira Lima Quadros (finalista vencida), mas foi repescada e venceu o combate de acesso à medalha de bronze diante da espanhola Concepcion Bellorin.

Na luta pelo lugar mais baixo do pódio a portuguesa derrotou Tumen Od Battugs, por waza-ari, graças à acumulação de três advertências da judoca mongol.

Vice-campeã do Mundo e da Europa e segunda do "ranking" mundial, Telma Monteiro triunfou esta temporada no Masters de Baku, no Azerbaijão, mas não conseguiu repetir em Lisboa os triunfos de 2007 (-52 kg) e 2009 (-57 kg).

Joana Ramos (Sporting) foi o destaque do dia pela negativa. Quinta no "ranking" mundial e vice-campeã europeia de -52 kg, tinha grandes expetativas na prova portuguesa, mas perdeu logo no primeiro combate do dia frente à russa Anna Kharitonova.

Inês Ribeiro (-48 kg), Marta Santos, Teresa Mirrado e Ana Sousa (-52 kg), Eunice Santos, Ana Jorge e Joana Nunes (-57 kg) e Ana Cachola, Joana Santos e Ágata Swiatkiewicz (-63 kg) foram eliminadas no primeiro combate.

Na categoria de -48 kg, atrás de Ana Hormigo e Valentina Moscatt, classificaram-se em terceiro lugar a russa Nataliya kondratyeva e a brasileira Taciana Lima. Em -52 kg Natália Kuzyutina, da Rússia, venceu na final a alemã Jacqueline Lisson, tendo Romy Tarangul da Alemanha e Majlinda Kelmendi da Albânia, ficado com o bronze.

Na categoria de -57 kg, onde Telma Monteiro e Irina Zabludina arrecadaram o bronze, o ouro foi para a atual campeã olímpica, Giulia Quintavalle, e a prata para a brasileira Lima Quadros.

Em -63 kg, Alice Schlesinger de Israel foi a grande vencedora ao derrotar na final a croata Marijana Miskovic, que teve de se contentar com a prata. O bronze foi para a britânica Sarah Clark e para a espanhola Yahaira Aguirre de Juan.

JYS

Lusa

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Telma Monteiro conquista prata em 57 Kg - Abril 2011


A judoca portuguesa Telma Monteiro sagrou-se esta quinta-feira vice-campeã da Europa em judo na categoria - 57 kg, num combate em que acabou penalizada com um castigo que a impediu de chegar ao ouro.
Em Istambul, num combate muito renhido e desgastante fisicamente, a judoca austríaca fez valer uma maior capacidade física para tentar levar as decisões para o tatami.

Telma Monteiro ressentiu-se logo no início do combate com uma pega que a feriu numa das orelhas, embora tenha aguentado os cinco minutos de combate inicial, mas acusando um maior desgaste já no ponto de ouro.

O segundo lugar de hoje dá a Telma Monteiro a sétima medalha em outros tantos campeonatos da Europa em que esteve desde 2004, primeiro na categoria de -52 kg e depois em -57 kg.

Telma Monteiro combateu quatro vezes a austríaca, vencendo-a em três ocasiões: no último campeonato do mundo de Tóquio em 2010, onde a atleta do Benfica se sagrou vice-campeã, e no Grand Slam do Rio de Janeiro e no Grande Prémio de Hamburgo, em 2009.

Sabrina Filzmoser venceu a atleta lusa em 2010 no Grand Slam de Moscovo, voltando hoje a levar a melhor sobre a atleta portuguesa.

A atleta do Benfica nunca falhou uma ida ao pódio: tem três medalhas de ouro e outras tantas de bronze, e só em 2008, nos Europeus de Lisboa, não competiu, devido a lesão. Telma Monteiro venceu nas meias a azeri Azari Kifayat Gasimova.

Nas últimas quatro presenças, a melhor portuguesa só falhou o lugar mais alto em Viena, no último ano, depois de vitórias em Tampere (2006) e Belgrado (2007), ainda em -52 kg, e em Tbilisi (2009), nos -57 kg.

Fonte do texto: Lusa / SOL

João Pina conquista ouro - Abril de 2011


O judoca português João Pina revalidou hoje o título de campeão europeu dos -73 kg, ao vencer na final o russo Murat Kodzokov.

A cerca de um minuto e meio para acabar o combate, João Pina venceu Kodzokov por ippon, num combate em que o judoca luso demonstrou estar melhor fisicamente que o adversário.

Com o ouro de João Pina, Portugal soma três medalhas nos Europeus, depois das pratas de Telma Monteiro (-57 kg) e Joana Ramos (-52kg).

Fonte: Expresso

domingo, 25 de abril de 2010

João Pina é campeão europeu


Judo:

O judoca João Pina tornou-se esta sexta-feira o campeão europeu de Judo na categoria -73, ao derrotar o russo Batradz Kaitmazov em Viena.
O judoca do Sporting chegou à final por ter derrotado, por ippon (pontuação máxima), o georgiano Zaza Kedelashvili, campeão nos Europeus de Lisboa em 2008 (na categoria -66).

Para garantir presença nas meias-finais, Pina tinha ganho a poule B, ao vencer três combates, o segundo dos quais contra o (ainda) vice-campeão europeu, holandês Dex Elmont.

João Pina começou por derrotar o checo Jaromir Jezek (waza-ari). Seguiu-se a vitória sobre Elmont (waza-ari) e, finalmente, o polaco Krzystof Wilkomirski (ippon).

Fonte: Web

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Telma Monteiro em 3º lugar nos Europeus de Judo em Viena


Telma Monteiro conquistou esta quinta-feira, em Viena, a medalha de bronze, na categoria -57 kg dos Europeus de Judo, ao vencer a holandesa Juul Franssen.

A judoca portuguesa falhou a hipótese de revalidar o título conquistado o ano passado quando perdeu com a campeã olímpica, a italiana Giulia Quintavalle.

Telma Monteiro foi repescada e derrotou a sérvia Jovana Rogic, conquistando a oportunidade de lutar pelo ‘bronze’.

Na derradeira hipótese, a judoca não teve contemplações e aplicou um ‘ippon’ à adversária holandesa, subindo ao terceiro lugar do pódio.

Fonte: http://www.cmjornal.xl.pt

domingo, 18 de outubro de 2009

Campeões das lutas dentro e fora dos ringues



Cinco atletas portugueses foram aos Europeus de juniores na Croácia. Alguns tiveram de pagar as suas viagens, mas todos tiveram prémio.

"O corpo vai até onde a cabeça quiser." Este é um dos incentivos que Dina Pedro dá aos seus alunos de kickboxing e quem o confessa é a campeã da europa de -65kg, Catarina Valério. Esta treinadora da equipa Dinamite Team é considerada muito mais do que uma simples orientadora de treino. Para os pais dos alunos, Dina construiu um grupo de família, no qual é "amiga, mãe e psicóloga".
A luta de Dina e dos jovens kickboxers vai muito além dos ringues, pois a falta de apoio monetário de uma federação que demora a definir quem nela manda faz com que cada um tenha de lutar para angariar o dinheiro necessário para ir além fronteiras. Recentemente cinco atletas foram até à Croácia para competir nos Europeus de juniores. Cada um precisou de 900 euros e se dois tiveram um apoio - caso de Catarina Valério (a Câmara Municipal de Mafra cedeu 700) e de Alex Sousa (a Câmara de Torres Vedras deu uma ajuda), já para Mafalda Figueiredo, Bruno Almeida e Ariana Santos a situação foi mais dramática, pois foram os pais quem teve de despender o dinheiro para ajudar os filhos a cumprirem um sonho.
Resultado: duas medalhas de ouro, duas de prata e uma de bronze. 100% de aproveitamento. "Eu sei de imediato aqueles que têm condições de serem campeões nacionais e de irem competir lá fora. De imediato vou conversando com os pais para irem criando um pé de meia. Mas não é fácil", conta a treinadora
No caso de Ariana Santos, a atleta nem é treinada por Dina, mas por falta de disponibilidade financeira dos seus treinadores em a acompanharem, Dina não recusa ter a seu lado uma vencedora.
Mas afinal, como está o estado de uma modalidade tão pouco falada? "Há equipas fortíssimas, como a Rússia. Nós levámos cinco atletas, os russos 150 e só eram os melhores. Os nossos estão ao nível do melhor que há na Europa. Quando se estavam a preparar para o Europeu treinavam seis horas por dia durante o mês de Agosto", realçou Dina ao DN, acrescentando que "antigamente os adversários quando viam que iam lutar com um português até ficavam contentes, agora já não é assim".
Para esta treinadora, em Portugal faz-se "muito choradinho" quando não se tem condições. "Tudo o que temos aqui, excepto o ringue, fomos nós que pagámos [no núcleo empresarial de Mafra]. Nós não gostamos de ser coitadinhos. Eu não! Quando vamos para um campeonato não é para participar, é para conseguirmos a melhor prestação possível."

Por Elisabete Silva

Fonte: Diário de Notícias

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Jovens da Linha conquistam medalhas no Mundial de Kickboxing


Catarina Valério


Catarina Valério, Mafalda Figueiredo, Alexandre Sousa e Bruno Almeida, foram os atletas do FC Outurela / Dinamite Team, que arrecadaram medalhas no Mundial de Juniores de Kickboxing, na Croácia.

Numa campanha nacional recheada de sucessos para os pupilos de Dina Pedro, as atletas da equipa de Oeiras, Catarina Valério e Mafalda Figueiredo trouxeram o Ouro para Portugal, enquanto Alexandre Sousa foi Medalha de Prata e Bruno Almeida Medalha de Bronze.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Telma Monteiro em 2º lugar no Mundial de Holanda



Telma Monteiro em 2º lugar no Mundial de Holanda

A judoca portuguesa Telma Monteiro conquistou a medalha de prata na catgoria de -57 kgs dos Campeonatos do Mundo, que decorrem na Holanda.

Telma Monteiro perdeu por Yuko, a margem mínima, com a francesa Morgane Ribout. Os juízes penalizaram a judoca portuguesa por dois ataques falsos. Telma Monteiro repete a classificação dos mundiais do Rio de Janeiro, em 2007, então na categforia de – 52 kgs. A judoca do Benfica chegou à final eliminar a azeri Kifayat Gasimova, por Waza-ari.

Antes, Telma Monteiro afastou a campeã olímpica Guilia Quietavalle em apenas 14 segundos na ronda inicial. De seguida, a espanhola Concepcion Bellorin foi derrotada por ippon. Nos quartos-de-final, a portuguesa venceu a polaca Malgorzata Bielak, também por ippon.

27 Agosto 2009

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Breve referência ao Jeferson Ken-Tai

Os nossos amigos do Brasil, além dos comentários simpáticos que nos deixaram, deram-nos também a conhecer uma técnica nova, pelo menos para nós: O JEFERSON KEN-TAI BRASIL que, segundo o próprio, é uma LUTA DE CONTACTO E AUTODEFESA, estilo criado a partir de técnicas de karatê-do conhecidas e praticadas nos 29 anos de karatê-do que o Grão-mestre jeferson tem. As técnicas foram elaboradas, adaptadas e aprimoradas, seguindo um rigoroso padrão definido pelo Grão-Mestre Jeferson, tornando-se únicas em sua forma de aplicação.

Temos andado um pouco arredados destas andanças e por vezes os comentários são disponibilizados tardiamente. Mais vale tarde do que nunca, não é verdade?

Fica a promessa de um breve artigo sobre este estilo.

Para já deixo-vos o link (ver barra lateral).

Bem hajam!

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Gala Dina...mite Team

Arena de Lisboa encheu para receber evento.

Decorreu no passado dia 3 de Maio, mais uma gala proporcionada pela Dina...mite Team. Desta vez decorreu na Arena de Lisboa ao contrário do habitual local do Pavilhão da Achada em Mafr

Foi uma noite de casa lotada onde muitos dos presentes foram obrigados a assistir de pé ao espetáculo.

O 1º combate foi entre Cláudia Vinagre e Ana Raquel em Light Kick. Foi um combate típico de iniciantes com as duas atletas a demonstrarem uma boa atitude em ringue. No fim o combate terminou em match nulo.

De seguida foi a vez de Daniel Leal (Dinamite Team) e André Magalhães (Babilónia Gym) em K1. O combate iniciou logo de forma muito activa e a continuar no segundo assalto com troca de golpes a corpo aberto e a iniciarem joelhadas. No fim os dois atletas deram o tudo por tudo, mas a vitória a pertencer ao atleta da casa Daniel Nunes.

A 3ª contenda opôs Daniela Santana (Babilónia Gym) e Eliana Branco (Dinamite Team) em Light Kick. O combate pelos crosses eficazes de Daniela Santana á sua adversária e a ser mais eficaz no combate. Vitória para a atleta Daniela Santana a ser premiada pela eficácia dos seus golpes.

O 4º combate opôs Jorge Hernâni e Fábio Feio na disciplina de Low Kicks. Foi um combate muito aceso onde o publico vibrou imenso. Jorge Hernâni, mais alto, levou vantagem no 1º e 2º assalto, contudo o ultimo assalto foi de Fábio Feio. No final a vitória sorriu aos pontos a Fábio Feio.

Segui-se o confronto de João Malhoa (Dina...mite Team) e Daniel Lavaredas (Ginásio Gintónico) em -86 kg Low Kicks. O 1º assalto começou muito emocionante, com Daniel Lavaredas a realizar até alguns golpes acrobáticos pouco típicos para atletas desta categoria. Contudo o combate acabaria no 2º assalto por desclassificação de Daniel Lavaredas por palavras dirigidas ao adversário e ao Arbitro quando João Malhoa ganhava vantagem no assalto. Uma pena ter terminado desta forma pois poderia ter desenvolvido um embate interessante.

No 6º combate existiu um confronto entre os estreantes Horácio Pires (Grupo Fabril) e André Rosado (KO Team) em Low Kicks. Foi um combate a peito aberto do principio ao fim, típico de atletas estreantes. O publico por várias ocasiões foi ao rubro com a emoção transmitida durante o combate. No fim a vitória sorriu a André Rosado que foi premiado por pontuar mais no ultimo assalto.

No 7º combate da noite foi realizado o confronto entre Sandra Cirne (Dina...mite Team) e Marta Romão (Muay Thai School) em K1. Foi um combate de pouco história onde a mais experiente Sandra infringiu 3 contagens de protecção logo no 1º assalto á sua adversária.

O combate seguinte foi entre Catarina Valério (Dina...mite Team) e Marisa Pires (Grupo Fabril) em Muay Thai. Este combate seria uma desforra entre as duas atletas em que anteriormente a vitória sorriu a Marisa Pires. Foi um combate muito bem disputado de parte a parte sem vantagem clara para qualquer uma das atletas e em que a decisão poderia ser para qualquer um dos lados. De salientar o promenor técnico de ambas as atletas que realizaram um belíssimo combate. Vitória para Marisa Pires, mas quase a pedir que este embate seja repetido num futuro próximo.

O 9º combate foi entre o medalhado Ruben Almeida (Dina...mite Team) e Ruben Borralho (Muay Thai School) em Low Kicks. Foi também um combate com pouca história onde alem do 1º assalto ter sido surpreendentemente equilibrado, o 2º assalto ter terminado com um cross ao fígado de Ruben Almeida e a terminar o ímpeto do seu adversário.

O 10º combate foi entre os atletas de palmo e meio Bernardo (Team Paulo Oliveira) e Diogo Barroso (Grupo Fabril). O combate terminou inesperadamente ao 2º assalto por desistência da treinadora de Diogo Barroso em confronto com uma decisão do Arbitro. Ficaram a perder os atletas por esta decisão que estavam a ter uma performance excelente e a mostrar o seu grande potêncial.

O 11º combate opôs Pedro Fula (Movisport) e Diogo Neves (SCP) em K1. Dois atletas muito diferentes onde Pedro fula, mais possante e esquerdino, teve de enfrentar Diogo Neves, mais alto e estreante na disciplina. O combate foi muito interessante pelas suas características e onde naturalmente Pedro Fula apostou mais no trabalho de punhos e a ter assim mais eficácia. Diogo Neves esteve também muito bem no seu trabalho e a mostrar uma grande potencialidade no seu trabalho de media e longa distância. No fim a vitória foi encontrada aos pontos e atribuída a Pedro Fula numa contenda que poderia ter sido decidida para ambos os lados.

Chegava a hora do ultimo e mais esperado combate da noite entre José Peres (Ginásio da Eira) e João Diogo (Mr Big) em Fullcontact. Foi uma contenda muito rica tecnicamente por parte dos dois atletas e muito boa a nível técnico. José Peres ganhou vantagem em todos os assaltos, onde João Diogo teve uma atitude mais passiva ás investidas de Peres. No fim foi encontrada a vitória aos pontos por parte de José Peres que foi sempre um pouco mais precionando que o seu adversário. João Diogo no fim indicou "acusei a falta de rodagem em Full contact onde estou claramente neste momento a investir mais no K1". Peres visivelmente satisfeito com a vitória disse ao Kickboxing PT que "apostei mais numa forma de combate mais estilita, voltando ás origens do meu trabalho. Sei que os meus fans gostam também deste tipo de combate que eu faço e assim consegui a vitória num palco que estou habituado a combater".

Dina Pedro, organizadora do evento, mostrou-se contente com a gala e promete uma reedição da gala para um futuro muito próximo. No fim afirmou "Aposto sempre num bom espectáculo onde os atletas possam desenvolver o seu trabalho e que as pessoas fiquem agradadas com o mesmo".

Fonte: Kickboxing PT
04/05/2008

sábado, 29 de março de 2008

Novos artigos disponíveis

Já estão disponíveis na respectiva rubrica (Menu: Artes Marciais) os artigos sobre a Capoeira e o Jet Kun Do.

Entretanto, estamos a trabalhar em mais um artigo, desta feita para a rubrica: Mestres de todo o mundo, sobre o Mestre Bruce Lee.

Deem-nos as Vossas opiniões e sugestões.

Não deixem de participar no artigo sobre a Capoeira!

Bem hajam!

terça-feira, 18 de março de 2008

Próximos artigos

Caros amigos,

Nos últimos tempos não tenho tido muito tempo para dedicar a este espaço.

Fica todavia prometido que os próximos artigos são sobre o Jeet Kune Do e a Capoeira.

Bem sabem que, tenho aqui divulgado alguns trabalhos realizados pelos nossos irmãos brasileiros mas, nunca escrevi nada sobre a Capoeira.

Parece-me que a Capoeira está para o Brasil como o Jogo do pau para Portugal, ou seja, são ambas artes genuinamente autóctones.

Deixo desde já aqui o repto a quem o quiser aceitar.

Agradeço desde já a todos os que queiram participar!

Mandem-me fotos ou artigos sobre a Capoeira e terei todo o gosto em publicar.

Como sabem é apanágio deste espaço divulgar os verdadeiros autores.

Bem hajam!